Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
VEJA Gente Por Cleo Guimarães Notícias sobre as pessoas mais influentes do mundo do entretenimento, das artes e dos negócios

Taylor Swift dá puxão de orelha na Netflix

A cantora entendeu uma piada de uma série como um insulto ao gênero feminino

Por Eduardo F. Filho Atualizado em 18 mar 2021, 22h29 - Publicado em 5 mar 2021, 06h00
Taylor Swift -
Taylor Swift – Reprodução/Instagram

Artista boa de briga, do tipo que se empenha em causas sociais, troca desaforos com desafetos e entrega os defeitos dos ex em transparentes canções, Taylor Swift, 31 anos, não ia deixar passar a chance de puxar a orelha da Netflix pelo que entendeu como insulto ao gênero feminino. O alvo da fúria swiftiana foi um diálogo no recém-lançado seriado Ginny & Georgia, em que as duas personagens discutem relacionamentos. A certa altura, Ginny critica Georgia: “Você descarta homens mais rápido do que Taylor Swift”. Pra quê? A cantora foi ao Twitter e desancou a “degradante” comparação. “2010 ligou para pedir de volta sua piada sem graça e profundamente sexista”, escreveu. A Netflix não comentou.

Publicado em VEJA de 10 de março de 2021, edição nº 2728

Publicidade