Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Purpurina sem ostentação

Um baile chique e fervido, mas sem ser cafona, promete reunir celebridades no Rio de Janeiro

Com o desfile na Sapucaí e os blocos de rua lotados, o que faltava no Carnaval carioca? Um baile chique e fervido, mas sem ostentação cafona. Neste ano, o Baile da Arara, dos produtores culturais Pedro Igor Alcântara e Malu Barretto, chega à quarta edição com disputa acirradíssima por convites. Motivo: não se vende ingresso e só entram amigos e amigos de amigos. Por lá, já foram vistos Caetano Veloso tocando violão, Fernanda Lima e Mart’nalia de conversa fiada e mais um sem-número de celebridades beeem à vontade. Não há fotógrafos no casarão de Santa Teresa onde rola a noitada. “Fazemos festa para as pessoas se divertirem. Não é evento para vir, tirar foto e ir embora”, diz Alcântara.

Publicado em VEJA de 27 de fevereiro de 2019, edição nº 2623

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s