Clique e assine a partir de 9,90/mês
VEJA Gente Notícias, bastidores e conversas de quem é assunto na cultura, na política, nos negócios e em outras rodas

Juliana Paes: a rainha do merchan

Com a audiência nas alturas, o valor da novela 'A Dona do Pedaço' oferecido às agências de publicidade chegou a R$ 1,7 milhão por inserção

Por João Batista Jr. - Atualizado em 27 dez 2019, 10h11 - Publicado em 27 dez 2019, 06h00

Houve um tempo em que o sucesso numa novela da Globo bastava para alimentar a fama e a conta bancária. Não é mais assim. É preciso, hoje, fazer da própria ficção um caminho para conseguir dinheiro. O ano de 2019 foi, definitivamente, o do apogeu do merchandising na faixa de horário que garante mais visibilidade e, por consequência, mais publicidade. Juliana Paes foi a campeã dos chamados “merchans”. Ela deu vida e carisma a Maria da Paz, protagonista de A Dona do Pedaço. A trama da boleira injustiçada rendeu audiência superior a 40 pontos. Foi um feito enorme em um momento em que os brasileiros aderiram maciçamente ao streaming. Com a audiência nas alturas, o valor do merchandising da novela oferecido às agências de publicidade chegou a 1,7 milhão de reais por inserção, o mais alto da história. Juliana trabalhou para mais de cinco anunciantes. Ela ficou com 20% do total pago. Em 2020, além de aproveitar o cofre cheio, a atriz pretende descansar. Ela não quis ser rainha de bateria da Grande Rio e pretende comprar uma casa em Portugal, país onde — naturalmente — tem feito cada vez mais anúncios para as empresas locais. São novos tempos.

Publicado em VEJA de 1º de janeiro de 2020, edição nº 2667

Publicidade