Clique e assine com até 92% de desconto
VEJA Gente Notícias, bastidores e conversas de quem é assunto na cultura, na política, nos negócios e em outras rodas

Carla Zambelli sofre aborto retido

'Atribulações e o grande estresse dos últimos dias podem ter influenciado', afirma a deputada, em nota

Por João Batista Jr. Atualizado em 12 nov 2019, 12h15 - Publicado em 12 nov 2019, 12h01

Grávida de oito semanas, a deputada Carla Zambelli descobriu na manhã desta terça, 12, que sua gravidez não vai prosperar. Um exame de ecografia gestacional mostrou que a gestação sofreu um “abortamento retido”, quando o embrião está sem batimento cardíaco — mas segue no saco gestacional.

Zambelli, já mãe de um garoto, diz confiar nos planos e Deus. “Tomamos todos os cuidados recomendados, mas as atribulações e o grande estresse dos últimos dias podem ter influenciado”, afirma a deputada, em nota. Por recomendação médica, Zambelli aguardará a perda espontânea. Nesses casos, a tendência é o próprio corpo expulsar o feto. Caso isso não ocorra, é preciso fazer uma cirurgia.

Carla Zambelli namora o coronel da Polícia Militar do Ceará Antônio Aginaldo de Oliveira.

Publicidade