Clique e assine a partir de 9,90/mês
VEJA Gente Por João Batista Jr. Notícias, bastidores e conversas de quem é assunto na cultura, na política, nos negócios e em outras rodas

Carla Zambelli fala da gravidez interrompida

"Uma parte de mim ainda está esperando um milagre”

Por João Batista Jr. - Atualizado em 15 Nov 2019, 11h37 - Publicado em 15 Nov 2019, 06h00

Enquanto seu partido, o PSL, passa por uma crise com suspeitas de candidaturas-­laranja e a saída do presidente Jair Bolsonaro, a deputada paulista Carla Zambelli vive um drama pessoal. Na semana passada, um exame constatou que o coração de seu bebê não batia mais. Ela sofreu um aborto na oitava semana de gestação. “Aguardo o corpo agir naturalmente pela perda do feto, e parece que a ficha não caiu, sabe? Uma parte de mim ainda está esperando um milagre”, diz. Carla tem 39 anos e seu companheiro, o coronel Aginaldo de Oliveira, 52. Ela tem um filho de relacionamento anterior; ele, cinco filhos. O casal não sabe se quer tentar engravidar novamente. “O Aginaldo tem me dado mais força do que demonstrado tristeza, que, no final das contas, é o que nós mulheres esperamos de um homem”, diz ela.

Publicado em VEJA de 20 de novembro de 2019, edição nº 2661

Publicidade