Clique e assine a partir de 8,90/mês
VEJA Gente Notícias, bastidores e conversas de quem é assunto na cultura, na política, nos negócios e em outras rodas

Aqui na Band: caos e tensão nos bastidores do programa pró-Bolsonaro

Demissão de diretor, reprise repentina e luta para sair do traço

Por João Batista Jr. - Atualizado em 25 jun 2020, 11h40 - Publicado em 25 jun 2020, 09h49

Clima tenso nos bastidores da Band. Após saber pela imprensa sobre a contratação de Mariana Godoy para apresentar o matinal Aqui na Band, o diretor da atração pediu demissão por ter se sentido desrespeitado. Vildomar Batista avisou na quarta, 24, estar de saída. Ele comunicou sua decisão a Antonio Zimmerle, diretor de programação do canal da família Saad.

A saída abrupta de Vildomar Batista tumultua ainda mais o Aqui na Band. Na batalha por audiência e para sair do traço, a atração desligou em abril a jornalista Silvia Poppovic e tem veiculado conteúdo em defesa de pautas ligadas ao governo federal, tendo o apresentador Luís Ernesto Lacombe como um grande defensor do bolsonarismo. Embora repercuta no Twitter em função das posições políticas, o programa de TV muitas vezes perde para a RedeTV! e TV Cultura.

É dado como certo que a consultora de moda Nathália Batista, mulher de Vildomar, deixe de apresentar a atração. Nesta quinta, a Band está reprisando um programa veiculado há poucas semanas. Não há previsão de quando o Aqui na Band, que vai ao ar entre 9h e 11h da manhã, volte a ser inédito e ao vivo.

Em tempo: após a publicação desta nota, VEJA apurou que os nomes de Zeca Camargo e Dony de Nuccio estão cotados para ficar no lugar de Lacombe na atração matinal que deve surgir no futuro próximo. Sem deixar saudades, o programa Aqui na Band deve deixar de existir. Além de ser um projeto do ex-diretor, Vildomar Batista há muito tempo desagradava a cúpula do jornalismo da casa por veicular pautas absurdas como “Quem mandou matar Bolsonaro?”

Continua após a publicidade
Publicidade