Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Multishow estreia duas novas comédias brasileiras

O canal Multishow, que vem se dedicando a produzir séries de comédia com um humor mais popular, começa a exibir esta noite, dia 25 de julho, duas novas produções originais. A primeira é Xilindró, que estreia às 22h30. Criada e dirigida por Pedro Antonio Paes, a série tem 20 episódios produzidos para sua primeira temporada. A […]

Xilindró

Elenco de ‘Xilindró’ (Fotos: Edu Viana/Divulgação Multishow)

O canal Multishow, que vem se dedicando a produzir séries de comédia com um humor mais popular, começa a exibir esta noite, dia 25 de julho, duas novas produções originais.

A primeira é Xilindró, que estreia às 22h30. Criada e dirigida por Pedro Antonio Paes, a série tem 20 episódios produzidos para sua primeira temporada.

A história acompanha a vida de Amadeus (Gustavo Mendes), um auxiliar de cozinha que foi preso sob a acusação de roubar receitas do chef do restaurante onde trabalhava. Mesmo se dizendo inocente, Amadeus é condenado, passando a cumprir pena em regime semi-aberto. Agora, ele se divide entre trabalhar com sua food bike nas ruas e na cozinha do presídio, onde precisa lidar com os mais diferentes tipos de criminosos.

Entre eles, Lourival (Paulinho Serra), um ex-político corrupto que trabalhou na Secretaria do Estado (cargo conseguido por seu pai). Nas vésperas de assumir seu mandato como Deputado Estadual, ele é preso sob a acusação de desviar verba pública para uma conta na Venezuela em seu nome; Adilson da Silva, mais conhecido como Xuxeta (Lindsay Paulino), ex-garoto de programas que foi preso por furto de bicicletas. Na cadeia, ele vira um travesti, mas para impor respeito, inventa que foi uma assassina profissional; Time Tiurri (Caike Luna) um órfão viciado em gambiarras, que sequer sabe seu verdadeiro nome, preso por contrabando e tráfico. Time é um sujeito boa praça, mas sofre de rompantes de raiva quando não tem suas vontades atendidas; Cézar (Oscar Filho), um homem que veio de família de banqueiros, mas que se tornou um ‘laranja’ quando escândalos revelaram desvios de dinheiro no banco da família; Matusalém (Ataíde Arcoverde) é o prisioneiro mais antigo e por isso o mais respeitado. Ninguém sabe seu crime e ele mesmo diz não se lembrar o porquê de ter sido preso. Muitos acreditam que ele já cumpriu sua pena, mas foi ficando porque não tinha para onde ir; Tonhão (Robson Nunes), preso injustamente por violência doméstica, já que, para se livrar do marido, a esposa forjou ter sido agredida por ele; e Pudorico (Leo Castro), preso por atentado ao pudor.

O Xilindró está sob o comando da diretora Sandra (Luciana Fregolente), uma mulher sádica que abusa do seu poder. Considerando todos os detentos a escória da sociedade, Sandra tem como objetivo atrapalhar a vida de todos. Para tanto, coloca uma espiã entre eles. Esta é Marcinha, agora chamada de Marcão (Juliana Guimarães). Sua missão é a de induzir cada um a cometer novos delitos e, assim, aumentar suas respectivas penas.

No elenco também está Simone Gutierrez, como Regininha, a secretária de Sandra que, embora cumpra as ordens da chefe, demonstra compaixão pelos presos.

Nesta primeira temporada, a série também conta com as participações especiais de Cacau Protásio, David Pinheiro e Rafael Infante.

A produção é da Formata. Preview da série aqui.

(E-D) Evandro e Rafinha em 'Chamado Central'

(E-D) Evandro e Rafinha em ‘Chamado Central’

Um pouco mais tarde, às 23h30, o canal também começa a exibir Chamado Central, série criada e estrelada por Rafinha Bastos, com roteiro final de Daniel Nascimento e Adonis Comelato.

Trata-se de uma adaptação de websérie exibida em 2015, que segue a narrativa de um falso reality show. A webserie teve websódios com média de cinto minutos; a versão para a TV traz uma primeira temporada com vinte episódios produzidos, cada um com meia-hora de duração.

A história acompanha as atividades do Tenente Sérgio Marcos (Bastos) e do Cabo Saulo (Evandro Rodrigues), dois policiais militares que atendem diversos chamados de rotina. Os dois estão sob o comando do delegado Antunes (Marco Zenni). Na delegacia também trabalha o perito Cezinha (Vitor Bittow).

A produção é da Floresta.

Cliquem nas fotos para ampliar.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s