Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Tela Plana Por Blog Críticas e análises sobre o universo da televisão e das plataformas de streaming

Olimpíadas: 5 filmes inspirados nos jogos para ver no streaming

De Jesse Owens triunfando sobre o nazismo a jamaicanos competindo na neve, evento esportivo rendeu uma série de produções marcantes no cinema

Por Amanda Capuano 30 jul 2021, 09h55

O espírito olímpico está no ar, e não se fala em outra coisa além dos muitos esportes que dominam a programação televisiva de todo o mundo. De noite, na madrugada ou pela manhã, milhões de pessoas acompanham competições das mais variadas modalidades. O ritmo é tão frenético que é difícil encontrar tempo para assistir a outras coisas, mas dá para encaixar um filminho entre a final da natação e a fase de grupos do vôlei. Para quem não quer arredar o pé da Olimpíada nem por um minuto, VEJA separou uma série de filmes sobre essa temática para assistir entre uma partida e outra. Confira:

Eu, Tonya
Onde: NOW

Às vésperas dos Jogos Olímpicos de Inverno de 1994, a patinadora Nancy Kerrigan foi vítima de um ataque violento depois de um treino para a competição, e Tonya Harding, sua grande rival nos ringues, era a maior suspeita do crime. Na época, logo se soube que o atentado foi arquitetado por Jeff Gillooly, ex-marido da patinadora, que queria tirar Kerrigan da competição. Tonya negou ter participado do plano, mas sua carreira ficou para sempre manchada pelo ocorrido. Na dramatização da história, Margot Robbie assume o papel da protagonista e retrata a vida complicada da atleta, entre os altos e baixos da carreira, o relacionamento abusivo com Jeff e a relação problemática com a mãe carrasca.

O Caso Richard Jewell
Onde: HBO Max

Um dos casos mais tristes da história da Olimpíada aconteceu na Geórgia, nos jogos de 1996. Na ocasião, a explosão de uma bomba em um dos shows da celebração deixou dois mortos e uma centena de feridos. A tragédia poderia ter sido bem maior se não fosse o segurança Richard Jewell, que encontrou uma mochila suspeita debaixo de uma arquibancada e, ignorado pelos colegas de equipe, iniciou a evacuação do local. Inicialmente tido como herói, ele logo virou o principal suspeito do atentado, foi perseguido pelo FBI e teve a vida revirada pela mídia. O caso foi revivido por Clint Eastwood, com Paul Walter Hauser na pele do protagonista.

Continua após a publicidade
  • Raça
    Onde: Disney+

    Nos jogos de Berlim, em 1936, o velocista americano Jesse Owens derrubou recordes do atletismo e levou quatro medalhas de ouro em plena Alemanha nazista. A imagem do homem negro no lugar mais alto, cercado por saudações a Hitler, virou símbolo daquela edição, e da luta contra o racismo e a opressão do nazi-fascismo. Em 2016, a história do atleta foi recontada na cinebiografia Raça, protagonizada por Stephan James.

    Três Segundos
    Onde: Telecine

    Olimpiada
    Seleção Soviética de Basquete no filme Três Segundos, lançado em 2017 Telecine/Reprodução

    Baseada em um roteiro de Nikolai Kulikov, o filme russo é uma das maiores bilheterias do país, e conta a história da Olimpíada de Munique de 1972, em plena Guerra Fria, quando a seleção americana perdeu o campeonato de basquete pela primeira vez em 36 anos, justamente para a União Soviética. O final do jogo é um dos momentos mais controversos da história olímpica, e acabou com os americanos recusando a medalha de prata depois de os juízes decidirem por manter a vitória soviética nos segundos finais da partida.

    Jamaica Abaixo de Zero
    Onde: Disney+

    É impossível pensar em Jamaica e Jogos Olímpicos sem lembrar de Usain Bolts, o maior velocista de todos os tempos. Mas, bem antes dele, uma história curiosa aconteceu: um grupo de quatro atletas da ilha resolveu, assim como quem não quer nada, competir na Olimpíada de Inverno, nas provas de trenó, sem ter tido contato algum com neve na vida. Com a ajuda de um ex-campeão aposentado, eles chegaram aos jogos de 1988 e chamaram a atenção do mundo pela história curiosa. O caso real é inspiração para o filme Jamaica Abaixo de Zero, de 1993, uma comédia divertida sobre as peripécias olímpicas.

    Continua após a publicidade
    Publicidade