Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana
Sensacionalista Por Redação Isento de verdade

Vacina de -70° pode ser estocada com notas fiscais dos negócios de Flávio

O filho Zero Quatro, Jair Renan, que já desponta com suas próprias negociatas, ficou com muita inveja do irmão e fez pirraça

Por Sensacionalista Atualizado em 17 dez 2020, 21h00 - Publicado em 18 dez 2020, 06h00

Não é verdadeira a tese de que o Brasil não tem estrutura para abrigar as vacinas da Pfizer, que precisam estar a negativos 70 graus. De acordo com especialistas, o ambiente onde estão as notas dos milhões movimentados por Flávio Bolsonaro em sua loja de chocolate e dezenove imóveis é tão frio que ultrapassa os 200 graus negativos. O problema é que a câmara fria de Flávio pode desmoronar a qualquer momento porque está cheia de rachadinhas.

O filho Zero Quatro, Jair Renan, que já desponta com suas próprias negociatas, ficou com muita inveja do irmão e fez pirraça. Ele também quer um relatório da Abin de presente para livrá-lo das acusações de usar a máquina estatal para beneficiar sua recém-­aberta empresa de eventos.

Publicado em VEJA de 23 de dezembro de 2020, edição nº 2718

Publicidade