Clique e assine com 88% de desconto
Sensacionalista Por Redação Isento de verdade

Pedalada fiscal de Bolsonaro foi com rodinha, por isso ele não cai

Segundo analistas do mercado financeiro, a bicicleta usada pelo presidente estava equipada

Por Sensacionalista - Atualizado em 7 fev 2020, 10h18 - Publicado em 7 fev 2020, 06h00

A “pedalada” de 55 bilhões de reais dada por Bolsonaro em 2019 não deve ser suficiente para derrubá­-lo. Segundo analistas do mercado financeiro, a bicicleta usada pelo presidente estava equipada com rodinhas. O presidente se manifestou em uma rede social negando a manobra: “Acabou esse negócio de pedalada, a moda agora é patinete elétrica. Não tem pedal”.

A pedalada foi rebatizada como drible em um jornal de economia. “Uma homenagem ao atacante Neymar, que completou 28 anos nesta semana”, declarou o jornalista.

Após a pedalada de Bolsonaro, a cineasta Petra Costa já teria sido vista filmando a continuação de seu filme. A obra tem o título provisório de Democracia em Vertigem 2 — O Inimigo Agora É Outro. O lançamento deve ser anunciado em uma entrevista no programa Controvérsia com Bial.

Publicado em VEJA de 12 de fevereiro de 2020, edição nº 2673

Publicidade