Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Sensacionalista Por Redação Isento de verdade

Moro lamenta não ter sido indicado ao STF para votar por imparcialidade

“Eu não teria provas de minha imparcialidade, mas teria muitas convicções”, disse o ex-juiz

Por Sensacionalista Atualizado em 26 mar 2021, 07h42 - Publicado em 26 mar 2021, 06h00

Após ter sua suspeição confirmada, Sergio Moro lamentou não ter sido indicado a uma vaga no Supremo. Lá ele teria dado o voto decisivo a favor de Sergio Moro. “Eu não teria provas de minha imparcialidade, mas teria muitas convicções”, declarou o ex-juiz, ex-ministro e talvez ex-candidato a presidente. A decisão fez a série O Mecanismo, da Netflix, ser transferida para a categoria “fantasia”.

Procurando recolocação no mercado, Moro criou um perfil no LinkedIn e publicou o currículo em formato PowerPoint. Tentou uma vaga como vendedor de carros, desistiu depois do voto de Gilmar Mendes. Devido a sua experiência, Moro também passa por um processo seletivo para trabalhar em um lava-jato em Curitiba. Ele aprendeu como ninguém a passar pano nos 15 meses em que trabalhou para Bolsonaro.

Publicado em VEJA de 31 de março de 2021, edição nº 2731

Publicidade