Clique e assine a partir de 9,90/mês
Sensacionalista Por Redação Isento de verdade

Estado Islâmico: fundamentalismo religioso no Brasil foi longe demais

Nota divulgada em suas redes antissociais

Por Sensacionalista - Atualizado em 20 ago 2020, 20h23 - Publicado em 21 ago 2020, 06h00

Em nota divulgada em suas redes antissociais, o Estado Islâmico afirmou estar preocupado com a escalada do radicalismo religioso no Brasil. O episódio da menina de 10 anos estuprada foi o estopim da reação do EI (Você Aí).

Analistas dizem que não há motivos para preocupação. A situação só seria grave se, por exemplo, o presidente escolhesse membros do governo pela sua religião. “Imagina o absurdo que seria se alguém fosse para o STF só por ser terrivelmente evangélico”, disse um observador.

Publicado em VEJA de 26 de agosto de 2020, edição nº 2701

Publicidade