Clique e assine a partir de 8,90/mês
Sensacionalista Por Redação Isento de verdade

50 anos de casamento passarão a se chamar bodas de arroz

A evolução do preço do produto pode mudar ainda o nome das bodas de brilhante

Por Sensacionalista - Atualizado em 17 set 2020, 14h38 - Publicado em 18 set 2020, 06h00

A cerimônia de casamento de Antônio e Mara — ele, advogado, ela, vendedora — aconteceu na última quinta-feira. Na saída, receberam o presente dos padrinhos: uma bela chuva de arroz. Os seis casais de amigos se juntaram e, no lugar de máquina de lavar, geladeira e baixela de prata, resolveram dar aos noivos algo de real valor. Na recepção, vinho e muitos canapés. Em vez do bolo, um toque de glamour: uma panela de arroz-doce.

No Rio e em São Paulo, os cada vez mais raros cinquenta anos de casamento já começam a ser chamados de bodas de arroz. A evolução do preço do produto pode mudar ainda o nome das bodas de brilhante: os quase inatingíveis 75 anos de união. É a inflação transformando o vocabulário do brasileiro. Agora o “arroz de festa” não é o cidadão chato que está em todo lugar. É o protagonista do evento.

Publicado em VEJA de 23 de setembro de 2020, edição nº 2705

Publicidade