Clique e assine a partir de 9,90/mês
Ricardo Rangel

100 mil

Mas o número de mortos não é a única coisa que assusta

Por Ricardo Rangel - 9 ago 2020, 13h16

100 mil mortos é um número trágico, assustador.

Mais assustadora, no entanto, é a indiferença do presidente da República, cuja conduta e cuja (inexistente) política de saúde são diretamente responsáveis por uma parte significativa desse total.

Mais assustadora ainda é a indiferença de grande parte da população, que, apesar de tudo, dá a tal presidente uma popularidade da ordem de 30%.

E ainda mais assustador é o contorcionismo mental que algumas pessoas bem formadas e bem informadas fazem para dar a impressão para os outros e para si mesmas que a situação do Brasil não é tão ruim, que a (inexistente) política federal de saúde não é tão ruim, que a conduta do presidente não é tão ruim.

Continua após a publicidade
Publicidade