Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

VEJA 5 – TV Pública? Melhor do que Dormonid, mas bem mais cara…

Na TV Pública, Gilberto Gil (à esq.) e Franklin Martins (centro) debatem a… TV Pública. Ninguém viu (foto Ana Paula Oliveira Migliari Na VEJA desta semana: Com o sinal restrito, por enquanto, a Rio de Janeiro, Distrito Federal, Maranhão e a um canal de UHF em São Paulo, estreou na semana passada a TV Brasil, […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 20h06 - Publicado em 8 dez 2007, 06h37
Na TV Pública, Gilberto Gil (à esq.) e Franklin Martins (centro) debatem a… TV Pública. Ninguém viu (foto Ana Paula Oliveira Migliari
Na VEJA desta semana:
Com o sinal restrito, por enquanto, a Rio de Janeiro, Distrito Federal, Maranhão e a um canal de UHF em São Paulo, estreou na semana passada a TV Brasil, emissora pública criada pelo governo federal e batizada de “TV do Lula” (não confundir com a TV de alta definição. Leia a reportagem na pág. 152). A nova emissora conseguiu a façanha de ter zero de ibope em uma das manhãs de sua primeira semana. No domingo, foi ao ar uma revista eletrônica que se arrastou por nove horas. Sim, você leu certo: nove horas. Mais ou menos o que leva um discurso-padrão dos camaradas Fidel Castro ou Hugo Chávez. O ponto alto foi um debate entre os ministros Franklin Martins, da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, e Gilberto Gil, da Cultura. O assunto? A importância da TV pública, ora. Os dois ou três espectadores da emissora agora aguardam ansiosamente pelos debates decisivos sobre os projetos do governo para a produção de etanol. Um dormonid teria menos efeito soporífero.
Assinante lê mais aqui
Publicidade