Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

“Represento o PMDB que quer Serra presidente”

Por Andréia Sadi, no Estadão On Line:Após a experiência bem-sucedida da chapa que elegeu Gilberto Kassab e a vice Alda Marco Antônio em São Paulo, o presidente do PMDB em São Paulo e ex-governador, Orestes Quércia, já tem nova meta: ajudar a eleger José Serra presidente em 2010.Em entrevista ao estadão.com.br, Quércia, que é padrinho […]

Por Andréia Sadi, no Estadão On Line:Após a experiência bem-sucedida da chapa que elegeu Gilberto Kassab e a vice Alda Marco Antônio em São Paulo, o presidente do PMDB em São Paulo e ex-governador, Orestes Quércia, já tem nova meta: ajudar a eleger José Serra presidente em 2010.
Em entrevista ao estadão.com.br, Quércia, que é padrinho político da vice de Kassab, disse que “não quer nada para ele” em relação a cargos e defende uma mudança na orientação de seu partido. “Se possível, uma candidatura própria. Mas como acho muito difícil, eu prefiro uma composição com Serra para presidente para mudar essa administração do PT no País”.

Como o senhor vê o partido como a ” noiva” de 2010?
Bom, o PMDB saiu fortalecido desta eleição. É uma grande aliado em 2010, para todos os partidos mesmo, tanto para o PT como para o próprio (José)Serra.

E a distribuição de cargos, com Kassab eleito?
Kassab disse que vai manter o governo, disse que vai conservar tudo. Quanto à distribuição de cargos, as coisas não são assim. Precisam ser conversadas ainda.

Mas o prefeito disse em entrevista que o senhor não terá cargo, só o partido.
Tudo bem, eu não quero nada, o que eu quero é para o PMDB.

O PMDB abre mão de candidato para disputa majoritária, mas está sempre “por perto”. O partido não quer lançar um nome, como o Aécio, por exemplo?
Eu, particularmente, acho é que o PMDB deveria ter candidato à presidência e queria isso na medida que fosse possível. Se não for , eu prefiro uma composição com Serra para presidente para mudar essa administração do PT no País.

Mas o PMDB compõe a base aliada.
Sim, mas veja, eu falo em nome de um setor do PMDB que pretende mudar essa orientação de apoiar o PT e ir em direção ao PSDB. Se você for perguntar para as lideranças em Brasília, provavelmente não (será a mesma opinião). Isso esta só começando, o trabalho começou agora.

Começou com o Kassab?
Começou sim, essa mudança de orientação com o Kassab. Fizemos um pré-acordo. O que existiu foi político, não foi em troca de cargos. O combinado é eu sair como senador em 2010.

Quais nomes seriam cogitados se o PMDB tiver candidato em 2010?
Ah, existem muitos. Existe o Requião, Jarbas. Não dá para falar assim.

E o Aécio?
Mas o Aécio… Veja bem, se for para escolher alguém de outro partido, oficializamos o Serra que é mais fácil, né?

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Comentado por:

    Marcos Otterco

    Depois insistem na tese de contar as vitórias do PMDB como da ‘base aliada’. Esse é o velho PMDB de sempre, eles sabem que a canoa de Lula será virada pela ‘marolinha’ e já estão pensando em abandoná-la. No final o Apedeuta e o PT apagarão a luz sozinhos.

    Curtir

  2. Comentado por:

    Anônimo

    Comentei aqui no blog, no dia após o debate: olha aí a volta discreta do quercismo em SP, com a ex-secretária Alda Marco Antonio…

    Curtir

  3. Comentado por:

    Anônimo

    Reinaldo, o PMDB não merece o título de “noiva”. A imprensa precisa, urgentemente, evitar este termo tão romântico. O PMDB é uma prostituta de beira de estrada, pronta a entrar no primeiro caminhão cuja boléia possua mais atrativo.

    Curtir

  4. Comentado por:

    André Vinícius

    O apoio explícito de Quércia a Serra é uma demonstração clara da guinada que o PMDB comoeça a dar em direção ao PSDB. Provavelmente, a aliança se consolidará em 2011 com Serra presidente. Até lá, pelo menos formalmente, penso que o PMDB continua com LuLa e o PT. Mas, pra falar a verdade, não gostaria de ver Serra próximo desse bandido do Quércia não! O apoio do PMDB é importante, mas seria bom que essa larápio continuasse alguns kms de distância do Serra.

    Curtir

  5. Comentado por:

    Anônimo

    Requião? A Maria louca das Araucárias?!! Tudo bem, ele é o atual governador do Paraná, mas veja que ele ganhou por uma vantagem de só 10.500 votos (ele esmurrava a mesa quando soube, pois achava que estava com a bola toda) Ha Ha Ha.. O quê esse quércia tá querendo? transferir o quê se ele tá morto.. vela de cemitério?!! Pra mim esse cara devia estar cumprindo cadeia. Atenção Serra – não caia nessa – com essa “mão de cartas” daqui à 2010 quem dita a cartilha somos nós..

    Curtir

  6. Comentado por:

    Anônimo

    As eleições de 2010 promete e o PSDB está agindo corretamente de se aproximar do PMDB o maior partido do Brasil. Entendo ser muito importante que o Requião seja o Vice, pois trata-se de um político sério que tem feito um governo no Paraná, voltado para o Social e o Estado tem o maior salário mínimo do Brasil.Serra/Requião seria uma Chapa imbatível. estamos torcendo pelo o Brasil.

    Curtir