Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

PSDB aceita comparação com PT em cartilha

Por Carlos Marchi no Estadão desta segunda: “O Instituto Teotônio Villela (ITV), do PSDB, atendeu ao desafio do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e elaborou uma cartilha comparando os números e realizações do governo FHC com o atual. As comparações citam a implantação do Plano Real, as áreas da saúde, educação, transportes, comunicações e […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 23h23 - Publicado em 31 jul 2006, 06h04
Por Carlos Marchi no Estadão desta segunda: “O Instituto Teotônio Villela (ITV), do PSDB, atendeu ao desafio do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e elaborou uma cartilha comparando os números e realizações do governo FHC com o atual. As comparações citam a implantação do Plano Real, as áreas da saúde, educação, transportes, comunicações e termina por, provocantemente, dizer que o Brasil, agora, tem “imagem de país corrupto”. A cartilha será entregue hoje pelo deputado Sebastião Madeira, presidente do instituto, ao ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Segundo a cartilha – que deve orientar a campanha do ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB) à Presidência -, o governo FHC ampliou “em mais de 50 vezes” o Programa Saúde da Família, propôs a vacina da gripe para idosos e distribuiu remédios básicos para 107 milhões de pessoas. Além disso, criou os genéricos, reduziu as mortes por aids e a mortalidade infantil. O texto acusa o governo Lula de permitir o aumento da mortalidade infantil nas populações indígenas. Exalta também os mutirões de cirurgias e o aumento dos transplantes. Sob o lema ‘A verdade dos números contra o governo da mentira”, diz que o governo FHC pôs 8,7 milhões de crianças no Bolsa-Escola, atendeu a 809 mil crianças no Programa de Erradicação do Trabalho Infantil e elevou o número de alunos do ensino médio em 77,5%. O texto considera o Fome Zero ‘uma invenção de marketing’. O Plano Real, afirma, teria aumentado o consumo de carne de frango em 86%, suína em 57%, bovina em 35%, o de queijo em 41% e o de iogurte em 82%. Também relata que, em 1994, o Brasil tinha 13,3 milhões de telefones e, em 2002, atingiu 49,4 milhões.” Clique aqui para ler mais
Publicidade