Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

Ordem na Bahia tem de ser restaurada; vandalismo de PMs é inaceitável; vandalismo ideológico de autoridades também

Vamos ao primeiro item da pauta nessa história da Bahia: a ordem tem de ser restaurada Ponto final! A greve, em si, como já escrevi umas quinhentas vezes, é inaceitável. Imaginem, então, com atos planejados de vandalismo. Mas não! Eu não vou abrir mão de apontar a escalada de vandalismo ideológico que resultou nesse desastre. […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 09h34 - Publicado em 8 fev 2012, 22h58

Vamos ao primeiro item da pauta nessa história da Bahia: a ordem tem de ser restaurada Ponto final! A greve, em si, como já escrevi umas quinhentas vezes, é inaceitável. Imaginem, então, com atos planejados de vandalismo. Mas não! Eu não vou abrir mão de apontar a escalada de vandalismo ideológico que resultou nesse desastre.

José Eduardo Cardozo, ministro da Justiça, como informou Lauro Jardim no “Radar”, procurou as emissoras de televisão para pedir uma cobertura, sei lá como dizer, “serena”. Pelo visto, seus objetivos foram alcançados. Em nenhum momento se informou que Wagner era um notório pregador de porta de quartel.

Já demonstrei aqui, não é?
– Discursou em favor da greve em 1991. Mostrei o discurso. Publiquei a banda sonora.
– Discursou em favor da greve em 2001 e, junto com a bancada do PT, deu suporte à paralisação.

E eu tenho novas notícias sobre a facilidade com que Wagner atuava na porta de quartel. Vejam este filme da campanha de Geddel Vieira Lima, que disputou o governo da Bahia com Wagner em 2006. Ele faz referência à campanha anterior, de 2006. O grande aliado do atual governador na Polícia era justamente Marco Prisco. Vejam. Volto depois:

Continua após a publicidade

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=BGEZ_hqY9rg&w=560&h=315]

Voltei
Olhem aqui: eu não vou dizer, nem acho, que Wagner está provando do próprio veneno. Quem está sofrendo as conseqüências da greve, com mais de 130 mortos em nove dias, é o povo baiano. O que quero evidenciar — e a imprensa está sendo, para dizer pouco, benevolente com o governador — é que ele era um notório pregador de porta de quartel.

De resto, como se vê na matéria do G1 sobre as articulações da PM, a origem do imbróglio está na Emenda 300. E quem está na origem da Emenda 300 é Lula.

Um idiota escreveu num comentário:
“Você viu, os seus soldados estavam combinando crimes por telefone”.

MEU SOLDADOS?

NÃO, ERAM OS SOLDADOS DE JAQUES WAGNER,  QUE SE SENTIRAM TRAÍDOS PELO “LÍDER”.

Continua após a publicidade
Publicidade