Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

Obama será continuidade, diz Condoleezza Rice

Do Financial Times, na Folha:Barack Obama pode ter poucas opções a não ser seguir a posição de George W. Bush em uma série de temas de política externa, incluindo a disputa em torno do programa nuclear iraniano, afirmou a secretária de Estado Condoleezza Rice.“Quando converso com nossos aliados, eles acreditam que essa é a estrutura […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 18h23 - Publicado em 22 dez 2008, 07h17
Do Financial Times, na Folha:
Barack Obama pode ter poucas opções a não ser seguir a posição de George W. Bush em uma série de temas de política externa, incluindo a disputa em torno do programa nuclear iraniano, afirmou a secretária de Estado Condoleezza Rice.
“Quando converso com nossos aliados, eles acreditam que essa é a estrutura a partir da qual isso será resolvido”, disse Rice sobre o Irã. Durante o segundo mandato de Bush, os EUA coordenaram a estratégia em relação ao país com União Européia, Rússia e China. Rice ressaltou, no entanto, que o governo Obama fará as coisas, em geral, “do seu próprio jeito”.
“A razão pela qual deve haver alguns elementos de continuidade é que o que nós tentamos fazer é organizar encontros internacionais que consigam, em primeiro lugar, administrar e, depois, resolver esses problemas complexos de uma forma multilateral”, afirmou, em referência ainda à Coréia do Norte e ao conflito israelo-palestino.
As palavras da secretária de Estado americana podem frustrar as expectativas de que o futuro governo represente uma completa ruptura com seu antecessor em política externa.
Elas também demonstram os obstáculos que deverá enfrentar a equipe que ocupará a Casa Branca a partir de janeiro, enquanto procura soluções para os problemas que Bush falhou em resolver. Em um eco da retórica do atual governo, Obama promete usar “cenouras e varas” para forçar o Irã a suspender o seu programa nuclear.
Assinante lê mais aqui
Publicidade