Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

O QUE QUEREM AS FADAS SININHO?

Afinal, o que querem as fadas Sininho, poderia perguntar o Diogo, que insistem na tese de que a versão 3.0 do Programa Nacional de Direitos Humanos foi inspirada na versão 2.0, ainda do governo FHC? Ora, levar a bomba para explodir longe da pirata da perna de pau eleitoral: Dilma Rousseff. A tarefa lhes foi passada […]

Por Reinaldo Azevedo - Atualizado em 22 fev 2017, 09h01 - Publicado em 12 jan 2010, 04h55

Afinal, o que querem as fadas Sininho, poderia perguntar o Diogo, que insistem na tese de que a versão 3.0 do Programa Nacional de Direitos Humanos foi inspirada na versão 2.0, ainda do governo FHC? Ora, levar a bomba para explodir longe da pirata da perna de pau eleitoral: Dilma Rousseff. A tarefa lhes foi passada pessoalmente por Franklin Martins na forma de uma sugestão…

Lembro, mais uma vez, que o decreto, com o seu anexo — e o problema estava no anexo, que este escriba decidiu ler — passou pela Casa Civil. A menos que a Casa Civil alegue não ter cumprido a sua tarefa, não é mesmo? Já provei a farsa aqui no domingo no texto O GOLPE DOS DIREITOS HUMANOS – DESCONSTRUINDO OUTRA MENTIRA.

As fadas Sininho foram alertadas para a questão óbvia: a candidata Dilma Rousseff terá de prestar contas sobre os “temas polêmicos” que estão no programa:
– “Candidata, a senhora também defende a descriminação do aborto?”
– “Candidata, a senhora também acha que invasor tem de ficar na terra invadida?
– “Candidata, a senhora quer tirar os crucifixos das paredes?”
– “Candidata, a senhora também quer a censura à imprensa?”
– “Candidata, a senhora também acha que algumas pessoas têm o direito de matar?”

Um sujeito esperto, a esperteza petista, como o líder do PT na Câmara, Candido Vacarezza (SP), já percebeu o potencial de desgaste da estrovenga e anuncia aos quatro ventos que a coisa não é para valer, que as prioridades do governo são outras etc. Pois é… Assim é porque a repercussão para o petismo foi a pior possível. O que Dilma diria? Que ela, como o presidente, também não sabia de nada?

MENTIRA! A versão 2.0 do plano não era lá grande coisa, é fato. Afirmar, no entanto, que ela é a mãe da versão 3.0 corresponde a dizer que a demagogia é igual à ditadura.

Publicidade

Aí as fadas Sininho ficam voando nervosas.

Publicidade