Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

O JORNALISMO ONLINE E O ERRO DE INFORMAÇÃO

Tudo bem que o jornalismo online traz a hora em que uma notícia é publicada, e um texto sempre pode ser corrigido por outro, mais recente. Se uma reportagem traz dados novos, pode-se juntar à anterior sem problema. O que não é aceitável é que uma informação errada seja mantida no site de um grande […]

Tudo bem que o jornalismo online traz a hora em que uma notícia é publicada, e um texto sempre pode ser corrigido por outro, mais recente. Se uma reportagem traz dados novos, pode-se juntar à anterior sem problema. O que não é aceitável é que uma informação errada seja mantida no site de um grande jornal, sem correção.

O Estadão Online, neste momento, mantém no ar dois textos que se negam.  Uma traz uma informação falsa; o outro, a verdadeira. Às 13h35, informa-se:
“O ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, respondeu com ironia à pergunta sobre a indicação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva como a personalidade mais influente do mundo pela revista norte-americana Time (…)
A revista divulgou hoje sua lista de pessoas mais influentes do mundo. Lula está no topo do ranking, enquanto o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, aparece em quarto no levantamento

Como sabemos, isso é falso. O jornal já sabe disso. Tanto é assim, que, às 16h39, resolveu CORRIGIR UM OUTRO texto a respeito. Leiam:
“O presidente Luiz Inácio Lula da Silva é uma das pessoas mais influentes do mundo, segundo a revista Time, que publicou nesta quinta-feira, 29, a lista que inclui também o ex-líder americano Bill Clinton e a cantora Lady Gaga. Como o perfil de Lula era o primeiro a aparecer logo que se clicava na imagem do espacial sobre as 100 personalidades, isso acabou levando a uma confusão em muitos jornais e agências pelo mundo, de que Lula teria sido apontado como o mais influente.”

Comento
É verdade! Isso “acabou levando a uma confusão em muitos jornais e agências pelo mundo”. O Estadão Online, por exemplo, está confuso. Ou está precisando ler o Estadão Online.

Não é informação que falta à seção online dos grandes veículos de comunicação no Brasil, não! Falta uma coisa que já teve importância definitiva no jornalismo impresso: EDIÇÃO! Fica parecendo que a mídia eletrônica dispensa essa especialidade. Falso!

Ora, a informação errada tem de ser corrigida, acompanhada de uma “Nota da Redação”. Esse é um bom procedimento do jornalismo impresso que tem de ser assimilado pelo jornalismo online. Ou, então, a Internet vai fundar o jornalismo do “Presente Eterno”.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s