Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

Movimentos vão acampar no gramado do Congresso sem autorização de Renan

Parlamentares de oposição vão acompanhar o ato; Pixuleco será inflado às 17h

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 00h16 - Publicado em 21 out 2015, 15h49

E Renan Calheiros (PMDB-AL), presidente do Senado — e investigado da Lava-Jato que pode se comportar como âncora da governabilidade em razão do, digamos, patriotismo dilmista de Rodrigo Janot — ainda não deu autorização para que representantes de movimentos pró-impeachment acampem nos gramados do Congresso. A Câmara já autorizou.

Será que Renan é do tipo que só cede a argumentos como pneus queimados, porrada e quebra-quebra? Não vai ter isso, viu, senador? A experiência incivilizada da extrema esquerda não vai se repetir.

De todo modo, o acampamento será inaugurado às 16h. Um grupo de parlamentares de oposição se mostra disposto a acompanhar os manifestantes no ato. Entre eles estão os senadores Ronaldo Caiado (DEM-GO) e Álvaro Dias (PSDB-PR) e os deputados Efraim Filho (DEM-PB), Mendonça Filho (DEM-PE), José Carlos Aleluia (DEM-BA) e Carlos Sampaio (PSDB-SP).

Senhores parlamentares da oposição, de partidos da base que apoiam o impeachment e simples apoiadores das liberdades democráticas! Compareçam à inauguração do acampamento. O que vocês estão vendo é uma nova experiência, no Brasil, de civilidade política. Os jovens que vão acampar defendem as instituições, a democracia e o estado de direito. Querem fazer o Brasil avançar defendendo os direitos individuais, a economia de mercado e a tolerância política.

Às 17h, está previsto um momento muito especial: o Pixuleco será inflado com o ar dos fatos. Trata-se daquele boneco de Lula que enverga as vestes de presidiário e traz no peito os números 13-171, eloquentes por si.

Estes que reivindicam o direito de ocupar por um tempo o gramado do Congresso, que Renan quer lhes sonegar, não caíram na farsa de que a Lava Jato é só um conluio de empreiteiras com parlamentares menores.

Eles estão dizendo ao Brasil que o estamos diante de um projeto de poder que assaltou o Estado brasileiro e o Estado de Direito. O acampamento é promovido pelo Movimento Brasil Livre, pelo Vem Pra Rua e pelo Revoltados Online.

Continua após a publicidade
Publicidade