Clique e assine a partir de 8,90/mês
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

Marina lidera em 2 dos 3 estados com o maior número de eleitores

O Datafolha divulgou também os dados da pesquisa presidencial em alguns Estados. Marina obtém seus melhores resultados em Pernambuco, com 45% dos votos. Em seguida, está o Distrito Federal, com 43%; depois, vem São Paulo, com 40%, e Rio, com 36%. A sua média nacional é 33%. Em Minas, ela fica abaixo disso: 25%. Veja […]

Por Reinaldo Azevedo - Atualizado em 31 jul 2020, 03h06 - Publicado em 10 set 2014, 23h11

Datafolha nos Estados

O Datafolha divulgou também os dados da pesquisa presidencial em alguns Estados. Marina obtém seus melhores resultados em Pernambuco, com 45% dos votos. Em seguida, está o Distrito Federal, com 43%; depois, vem São Paulo, com 40%, e Rio, com 36%. A sua média nacional é 33%. Em Minas, ela fica abaixo disso: 25%. Veja gráfico acima, publicado pelo G1.

A média de Dilma é 36%. Nesse grupo de Estados, o único em que ela a ultrapassa é Pernambuco, com 38%. Exceção feita a Minas, onde tem 33%, a petista perde para a peessebista em todos os outros, mas ganha do tucano: 26% em São Paulo, 30% no Rio e 22% no Distrito Federal.

Aécio obtém uma média nacional de 15%. Nesse grupo, a sua melhor marca está em Minas, com 26%. Obtém 16% em São Paulo e 17% no Distrito Federal. Em Pernambuco, atinge apenas 2%.

Para Marina, é vital manter o excelente desempenho em São Paulo, que tem o maior eleitorado do país, com 31.998.432 eleitores e segurar a liderança no Rio, com 12.141.145 votantes. O segundo é Minas, com 15.248.681. Se estiverem certos os números, parte das dificuldades de Aécio se explica pelo mau desempenho no Estado que, esperava-se, fosse lhe dar uma folgada maioria. E caminhava para isso não tivesse aparecido uma Marina no meio do caminho.

Minas deu folgada maioria ao PT nas eleições de 2002, 2006 e 2010. Desta feita, o partido conta com apenas um terço do eleitorado. Ocorre que 25% migraram para Marina, não para a candidatura tucana.

Continua após a publicidade
Publicidade