Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

Haddad protagoniza o maior escândalo da campanha eleitoral até agora

Fernando Haddad, candidato do PT à Prefeitura de São Paulo, tem razão. O caso da mentira que seu programa levou ao ar — o homem que estaria esperando há dois anos por uma cirurgia de catarata — é o evento mais grave da campanha eleitoral até agora em São Paulo. É grave porque se nota […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 08h01 - Publicado em 29 ago 2012, 07h01

Fernando Haddad, candidato do PT à Prefeitura de São Paulo, tem razão. O caso da mentira que seu programa levou ao ar — o homem que estaria esperando há dois anos por uma cirurgia de catarata — é o evento mais grave da campanha eleitoral até agora em São Paulo.

É grave porque se nota que o partido não tem mesmo escrúpulo. Se preciso, mente, trapaceia, mistifica. É grave porque conta com o auxílio de setores da imprensa em defesa da mentira. Ao restituir a verdade — procurada, diga-se, pela reportagem do Estadão —, a Secretaria de Saúde foi acusada de quebrar o sigilo do prontuário médico.

Ou por outra: um setor do jornalismo e o candidato petista adotam a mentira como norte ético. Nunca vi nada assim.

Escândalo, convenham, é que a desgraça alheia seja explorada no horário eleitoral da TV e de forma deslavadamente mentirosa. De agora em diante, a campanha do PT está livre para mentir sobre o que bem entender. Agressão grave passou a ser a verdade.

Continua após a publicidade
Publicidade