Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

Grupo pediu lobby de Demóstenes na Educação

Por Leandro Colon e Lúcio Vaz, na Folha: Gravações telefônicas feitas pela Polícia Federal mostram que o senador Demóstenes Torres (ex-DEM-GO) foi acionado pelo empresário Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, para fazer lobby no Ministério da Educação. Nos diálogos obtidos pela Folha, gravados em julho do ano passado, o senador diz a Cachoeira que […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 08h59 - Publicado em 30 abr 2012, 08h35

Por Leandro Colon e Lúcio Vaz, na Folha:
Gravações telefônicas feitas pela Polícia Federal mostram que o senador Demóstenes Torres (ex-DEM-GO) foi acionado pelo empresário Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, para fazer lobby no Ministério da Educação. Nos diálogos obtidos pela Folha, gravados em julho do ano passado, o senador diz a Cachoeira que procurou o ministro da Educação, na época o petista Fernando Haddad, e o secretário-executivo, José Paim Fernandes, para resolver pendências na pasta. As conversas entre Cachoeira e Demóstenes apontam, segundo a PF, que o senador foi acionado para solucionar um impasse envolvendo um pedido de abertura de curso de medicina da Faculdade Padrão, de Goiânia. O mantenedor da instituição, Walter Paulo Santiago, é ligado ao empresário.
(…)
Em 29 de fevereiro, dia da Operação Monte Carlo, o empresário [Cachoeira] foi preso numa casa do dirigente da faculdade. A residência havia sido vendida a Walter Paulo pelo governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), segundo versão do tucano. No primeiro semestre de 2011, o ministério havia mantido parecer que indeferiu pedido da instituição para o funcionamento de um curso de medicina, decisão que ainda não foi alterada.

O Ministério da Educação informou que não há “registros” de pedido de audiência por parte do senador para tratar desse assunto. Segundo a assessoria, Demóstenes teve um encontro com Haddad em setembro de 2010, no gabinete do ministro em Brasília. Na audiência, estavam o senador, o ministro e o secretário-executivo. Na oportunidade, o senador tratou de processo da Nova Faculdade, em Contagem (MG), na qual tem participação acionária.
(…)

Publicidade