Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

COMPORTAMENTO VICIOSO

(leia primeiro o post abaixo) Lula já comparou mais de uma vez os brasileiros a seus filhos. Longe de mim dedicar-me a digressões sobre sua vida privada — eu não. Só farei a observação que segue porque a deixa de usar a relação pais/filhos para tratar de governante/governados é dele. Há o risco de ele […]

Por Reinaldo Azevedo - Atualizado em 22 fev 2017, 19h16 - Publicado em 11 fev 2009, 17h25
(leia primeiro o post abaixo)
Lula já comparou mais de uma vez os brasileiros a seus filhos. Longe de mim dedicar-me a digressões sobre sua vida privada — eu não. Só farei a observação que segue porque a deixa de usar a relação pais/filhos para tratar de governante/governados é dele.

Há o risco de ele não ter sido um bom educador de suas crias. Falo por hipótese, a julgar por este esquenta/esfria com a imprensa. Ontem, o pai que dá pito, que leu os jornais e bebeu a limonada feita com o próprio suor (argh…); hoje, o elogio, o afago, a passada de mão na cabeça. É o pai que põe de castigo e depois chega com o chocolate. Resultado?

Se a imprensa fosse uma criança — espero que não seja —, ficaria viciada no círculo transgressão-bronca-compensação-satisfação. Terá funcionado assim com o dono da Gamecorp? Com aquele que levou os amigos num avião oficial para conhecer o palácio? Com a dirigente de uma ONG suspeita? Com o que decidiu ser candidato mesmo sabendo que a legislação eleitoral proibia?

É… Lula quer tratar os jornalistas como seus filhos. E não se conforma que alguns possam preferir uma relação, digamos, adulta…

Publicidade