Clique e assine a partir de 9,90/mês
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

A CONSPIRAÇÃO DA COXINHA

Agora que um ministro de Lula emitiu uma opinião em off — técnica revolucionária do jornalismo do cretáceo — segundo a qual FHC está por trás da recusa de Obama em visitar o Brasil antes das eleições, a gente entende certas coisas, não é mesmo? A tunda que Lula levou nessa questão foi, na verdade, […]

Por Reinaldo Azevedo - Atualizado em 31 jul 2020, 15h13 - Publicado em 25 Maio 2010, 16h11

Agora que um ministro de Lula emitiu uma opinião em off — técnica revolucionária do jornalismo do cretáceo — segundo a qual FHC está por trás da recusa de Obama em visitar o Brasil antes das eleições, a gente entende certas coisas, não é mesmo?

A tunda que Lula levou nessa questão foi, na verdade, uma conspiração coordenada por… FHC!!! Observem: o Itamaraty vazou trechos de uma carta do presidente americano a seu colega brasileiro expressando confiança nas negociações que o Brasil e a Turquia empreendiam com o Irã. Adivinhem quem redigiu aquele texto… Coisa de FHC, evidentemente! Só para induzir o Babalorixá de Banânia a erro. Como é que Obama dá a maior força para o companheiro e articula as sanções menos de 24 horas depois do “acordo”?

Tudo foi combinado aqui em Higienópolis. Confesso: participei da tramóia. Estava fazendo a minha caminhada, encontrei FHC comendo uma coxinha na padaria Aracaju e recebi o convite: “Topa sabotar a paz mundial e ferrar o Lula?” Aceitei imediatamente o convite, sem saber qual das duas coisas me daria mais prazer.  Ou das três: também pedi uma coxinha.

É bem verdade que, na carta, Obama deixou claro que seria inaceitável qualquer solução que não implicasse a subordinação do Irã ao Tratado de Não-Proliferação, de que é signatário, e à fiscalização da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), mas Celso Amorim, o Megalonanico, sabia que certa imprensa não daria bola para esse aspecto da mensagem, preferindo apontar a suposta contradição de Obama.

O que temos agora? Se esse negócio desandar mesmo e se, lá adiante, um conflito entre potências ocidentais e o Irã se mostrar inevitável, a culpa é de quem? Ora, evidentemente, é de FHC!!! O ex-presidente do Brasil se juntou a um ex-presidente americano – Bill Clinton – para sabotar as ações em favor da paz universal e perpétua que estava sendo desenhada por Lula, este verdadeiro Kant de Garanhuns. Esta é a batalha:  o Kant Guerreiro contra o Tucano da Maldade!

Desta vez, toda essa gente se superou, incluindo o jornalismo do passado.

Continua após a publicidade
Publicidade