Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Xis, Dilma

Mais em campanha do que nunca, Dilma Rousseff não desperdiçou um flash dos eleitores em potencial que gritavam seu nome hoje no Congresso. Dilma atravessava o salão da Chapelaria quando ouviu os gritinhos de um grupo de servidores, amontoados atrás de um cordão de isolamento, todos com máquinas e celulares nas mãos. Ameaçou passar direto, […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 05h32 - Publicado em 27 ago 2013, 13h57

Em campanha

Mais em campanha do que nunca, Dilma Rousseff não desperdiçou um flash dos eleitores em potencial que gritavam seu nome hoje no Congresso.

Dilma atravessava o salão da Chapelaria quando ouviu os gritinhos de um grupo de servidores, amontoados atrás de um cordão de isolamento, todos com máquinas e celulares nas mãos.

Ameaçou passar direto, mas, provavelmente pensando no futuro próximo, voltou e atendeu à turma. Sobrou para Renan Calheiros, que se dispôs a empunhar o celular de um servidor e fotografá-lo ao lado de Dilma.

Um outro apelou, ignorando o protocolo:

– Presidenta, faz uma foto aqui comigo, por favor, tenho que ir almoçar.

Dilma, claro, novamente consentiu e brincou com o rapaz:

– Sei como é: a barriga ronca e você está louco para correr e almoçar. Está certo.

Continua após a publicidade

Publicidade