Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Veja quais medidas de restrição são estudadas pelos governadores

Suspensão de aulas e de campeonatos esportivos, adoção de barreiras sanitárias e restrição de circulação entre 21h e 6h são ideias em debate

Por Robson Bonin Atualizado em 9 mar 2021, 06h23 - Publicado em 9 mar 2021, 06h01

Dispostos a adotar medidas conjuntas para conter o avanço da pandemia de coronavírus, os 23 governadores que integram o pacto pela vida devem começar a aprofundar o debate sobre medidas restritivas nesta terça-feira.

Nesta segunda, as primeiras propostas foram lançadas no grupo de WhatsApp dos mandatários criado para debater os assuntos.

As sugestões para debate incluem inicialmente oito pontos. A adoção da obrigatoriedade do uso de máscara nos estados, com multas pesadas para descumprimento das regras, por exemplo, é um dos pontos. A proibição de qualquer tipo de evento, incluindo aí a prática de esportes (campeonatos profissionais, inclusive) é o segundo ponto.

A restrição de circulação entre 21h e 6h nas cidades e o afastamento do trabalho de funcionários do grupos de risco surgem na sequência. A adoção do trabalho remoto nos setores público e privados e o cancelamento das aulas presenciais por duas semanas também estão na lista.

O lançamento de uma campanha publicitária na grande imprensa e a adoção de barreiras sanitárias em aeroportos e rodoviárias fecham a lista.

As medidas foram compiladas a partir da conversa com prefeitos e um novo trabalho deve começar a partir de agora com os debates de cada ponto entre os governadores.

Medidas como o horário de restrição de circulação e fechamento de escolas privadas devem dividir os mandatários, assim como a proibição de campeonatos esportivos.

Continua após a publicidade
Publicidade