Clique e assine com até 92% de desconto
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

TSE registra aumento de 65% nas candidaturas da ‘bancada da segurança’

O PSL lidera, com 225 candidaturas, entre prefeitos e vereadores.

Por Manoel Schlindwein Atualizado em 30 set 2020, 20h25 - Publicado em 1 out 2020, 14h32

O TSE registrou um recorde de candidatos policiais, bombeiros, cabos, tenentes, capitães e soldados nas eleições deste ano. O número vinha caindo desde 2004, mas teve um súbito aumento agora.

Na última eleição municipal, em 2016, eram 1.366 postulantes que se identificavam com patentes militares. Agora, são 2.252 – uma alta de 65%.

Até então, o número mais alto tinha sido registrado nas eleições de 2004, quando 1.504 candidatos estavam ligados à segurança. Dali em diante, o número foi reduzindo: 1.419 em 2008 e 1.407 em 2012.

O partido líder dos candidatos da bancada da segurança é o PSL, com 225 candidaturas, entre prefeitos e vereadores.

Os números são do TSE e foram compilados por Arthur Fisch, consultor de inteligência eleitoral da plataforma Confirma e pesquisador da FGV, onde participou do desenvolvimento da base de dados eleitorais CEPESPData.

Continua após a publicidade
Publicidade