Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Tropas da Marinha e Exército brasileiro passam por inspeção da ONU

Objetivo é verificar aptidão das Forças para operações de paz

Por Lucas Vettorazzo Atualizado em 13 jul 2021, 15h30 - Publicado em 13 jul 2021, 15h35

Tropas da Marinha e do Exército estão neste momento sob inspeção de uma comitiva de quatro representantes da ONU no Brasil. 

Os trabalhos começaram nesta semana em Cascavel (PR) e São Gabriel (RS). Do próximo domingo até terça da semana que vem, as inspeções serão feitas em quartéis no Rio de Janeiro.  

A ação, chamada de Visita de Avaliação e Assessoramento, tem como objetivo checar a preparação das tropas brasileiras para atuação nas operações de paz que a ONU empreende pelo mundo. 

A maior parte das tropas das Forças Armadas brasileiras se encontra, atualmente, no nível 1 do chamado Sistema de Prontidão de Capacidades de Manutenção da Paz das Nações Unidas. 

Esse sistema é onde a ONU faz a gestão e vai buscar tropas militares para envio em operações de paz. O Brasil tem expertise para mandar um contingente limitado para essas operações.  

Ao término dessa visita, o país poderá ter um número maior de tropas no nível 2 do sistema de resposta. Atualmente o Brasil tem cinco tropas nessa classificação e espera colocar mais quatro contingentes específicos à disposição da organização: um batalhão mecanizado, uma companhia de engenharia e duas companhias de resposta rápida.

Em 2017, último ano da missão de paz no Haiti, o país tinha cinco tropas no nível 2 desse sistema. No total, de 2004 a 2017, o Brasil enviou cerca de 30 mil militares ao Haiti. O objetivo no final das visitas é ampliar a quantidade de combatentes brasileiros em operações de paz pelo mundo. 

Continua após a publicidade
Publicidade