Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Tribunal nega liminar e Cabral já pode ser transferido

Ex-governador teria ameaçado o juiz Marcelo Bretas

Por Ernesto Neves Atualizado em 24 out 2017, 20h01 - Publicado em 24 out 2017, 19h46

O desembargador federal Abel Gomes, do Tribunal Regional Federal da 2ª Região, negou liminar pedida por Sérgio Cabral para impedir sua transferência para um presídio federal.

Com isso, o ex-governador já pode ser transferido. O habeas corpus, no entanto, ainda terá o mérito julgado pelo colegiado do Tribunal.

A ordem para transferência partiu do juiz Marcelo Bretas, que cuida da primeira instância da Lava-Jato no Rio.

Isso porque, durante um interrogatório na última segunda (23), Cabral citou a família do magistrado como dona de uma loja de bijuterias. Bretas entendeu que se tratava de uma ameaça velada.

Na decisão, o desembargador afirmou que Batalhão Especial Prisional, onde o ex-governador está preso, já foi “palco de vários problemas de violação do sistema restritivo de custódia de presos especiais”.

Abel Gomes disse ainda que a decisão tem precedentes no Superior Tribunal de Justiça.

 

Continua após a publicidade

Publicidade