Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

TRF marca julgamento que decidirá a vida de Cunha

Se for condenado em segunda instância, torna-se praticamente impossível que o ex-todo poderoso saia da cadeia no futuro próximo

Por Gabriel Mascarenhas Atualizado em 30 jul 2020, 20h42 - Publicado em 2 nov 2017, 15h01

O Tribunal Regional Federal em Porto Alegre agendou para o próximo dia 21 o julgamento de recurso apresentado por Eduardo Cunha contra a sentença de 15 anos de prisão imposta por Sergio Moro.

Se os desembargadores não acolherem o pleito da defesa, na prática, será praticamente impossível que o ex-todo poderoso consiga deixar a cadeia num futuro próximo.

O STF já determinou que as penas devem ser executadas a partir da condenação em segunda instância.

A esperança de Cunha é que o Supremo julgue um habeas corpus impetrado por ele antes de o TRF bater o martelo. Mas o peemedebista pode tirar o cavalo da chuva.

Edson Fachin não está nada disposto a analisar o HC até que haja o veredicto do TRF.

Continua após a publicidade
Publicidade