Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Sítio Burle Marx concorre a patrimônio cultural mundial da Unesco

Espaço tem um dos mais importantes acervos de plantas vivas do mundo, com mais de 3.500 espécies

Por Laísa Dall'Agnol Atualizado em 20 jul 2021, 16h33 - Publicado em 20 jul 2021, 16h20

O Brasil pode estar próximo de carimbar o seu 23º monumento na lista do Patrimônio Cultural Mundial da Unesco.

O Sítio Roberto Burle Marx, no Rio de Janeiro, concorre à seleção. O resultado será anunciado na próxima segunda, 26, durante a 44ª Sessão do Comitê do Patrimônio Mundial, que se reúne em Fuzhou, na China.

O Burle Marx tem um dos mais importantes acervos de plantas vivas do mundo, com uma coleção de mais de 3.500 espécies tropicais e subtropicais.

O espaço foi doado ao governo federal em 1985 pelo próprio paisagista e, hoje, está sob a responsabilidade do Iphan, autarquia vinculada ao Ministério do Turismo.

Caso saia vencedor, o sítio passará a integrar a lista que conta com nomes como a Cidade História de Ouro Preto (MG), o Plano Piloto de Brasília (DF) e o Centro Histórico de Salvador (BA).

Continua após a publicidade
Publicidade