Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Sintonia fina

Alberto Zacharias Toron, que defende João Paulo Cunha no mensalão e só fará uso da tribuna  na quarta-feira, está acompanhando a sessão de hoje e também estará no plenário amanhã. Assim como outros advogados, ele está atento a cada uma das sustentações orais de seus colegas. Tudo para ajustar os últimos detalhes de sua defesa. […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 08h12 - Publicado em 6 ago 2012, 17h09

Ajustando os detalhes da defesa

Alberto Zacharias Toron, que defende João Paulo Cunha no mensalão e só fará uso da tribuna  na quarta-feira, está acompanhando a sessão de hoje e também estará no plenário amanhã.

Assim como outros advogados, ele está atento a cada uma das sustentações orais de seus colegas. Tudo para ajustar os últimos detalhes de sua defesa. Diz Toron:

– Depois de ouvir Roberto Gurgel fiz alguns ajustes no meu voto. Quero ouvir todos os colegas para, se preciso, fazer um último acerto na minha sustentação.

Continua após a publicidade
Publicidade