Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Simão Jatene vira réu no STJ por corrupção

Acusado de receber mais de R$ 16 milhões em caixa dois

Por Ernesto Neves - Atualizado em 28 ago 2017, 18h51 - Publicado em 28 ago 2017, 13h23

O governador do Pará, Simão Jatene (PSDB), se tornou réu por corrupção passiva no Superior Tribunal de Justiça.

Jatene é acusado de receber mais de R$ 16 milhões da cervejaria Cerpa entre 2002 e 2004.

Segundo a ministra Maria Thereza de Assis Moura, relatora do processo, o ex-governador Almir Gabriel (já falecido) concedeu isenções fiscais à Cerpa em troca de recursos para o caixa dois da campanha do correligionário Jatene.

Atualização:

Continua após a publicidade

A assessoria de imprensa do governador afirma que a “Corte Especial do STJ deu provimento a um Agravo Regimental do MPF contra a decisão do recurso, que havia decretado a prescrição do suposto crime. Da decisão, ainda cabe recurso. Apenas após o julgamento deste recurso, caso não seja provido, é que será apreciado o recebimento ou não da denúncia”. 

 

 

Publicidade