Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Pedro Carvalho. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Senado, nova trincheira do PSOL?

Se na Câmara o PSOL está suando para manter sua bancada de três deputados,  o partido tem a expectativa de ampliar sua presença no Senado (onde tem  um senador) devido ao julgamento da Lei da Ficha Limpa e dos desdobramentos do escândalo de corrupção no Amapá. O avanço de Randolfe, candidato do PSOL ao Senado […]

Por Da Redação - Atualizado em 21 fev 2017, 10h36 - Publicado em 27 set 2010, 19h56

Se na Câmara o PSOL está suando para manter sua bancada de três deputados,  o partido tem a expectativa de ampliar sua presença no Senado (onde tem  um senador) devido ao julgamento da Lei da Ficha Limpa e dos desdobramentos do escândalo de corrupção no Amapá.

O avanço de Randolfe, candidato do PSOL ao Senado pelo Amapá, surpreende até adversários. A legenda torce também para o Supremo Tribunal Federal validar a Lei da Ficha Limpa. Assim, Marinor Brito poderia ficar com uma das vagas no Pará, uma vez que as candidaturas de Paulo Rocha e Jader Barbalho estão na berlinda.

Como o PSOL dá como praticamente certa a eleição de Heloísa Helena, a legenda pode acabar ficando com até três cadeiras no Senado a partir de 2011.

Publicidade