Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Senado aprova vale-gás para famílias de baixa renda

Texto ainda precisa ser apreciado pela Câmara dos Deputados

Por Lucas Vettorazzo Atualizado em 19 out 2021, 19h52 - Publicado em 19 out 2021, 19h40

O plenário do Senado aprovou por 76 votos a favor e um contra o projeto de lei que cria um subsídio para a compra de botijões de gás por famílias de baixa renda no país. A crise sanitária e econômica provocada pela pandemia da Covid-19 aliada a uma gestão pública precária em dar suporte aos mais pobres colocou o Brasil novamente no mapa da fome mundial. A alta dos combustíveis tem obrigado alguns brasileiros a voltar a cozinhar utilizando lenha como fonte de calor. Em alguns lugares do país, o botijão já superou os 100 reais a unidade.

O projeto aprovado na tarde desta terça irá permitir que famílias recebam a cada dois meses o valor correspondente a pelo menos 50% do preço médio do botijão de gás de 13 quilos. Um botijão em média dura 45 dias de uso constante. Famílias cadastradas no Cadastro Único e no BPC (Benefício de Prestação Continuada) poderão de inscrever para receber o subsídio do vale-gás. A previsão do texto é que o benefício possa durar até cinco anos. O projeto já havia sido aprovado na Câmara, mas acabou recebendo muitas modificações no Senado e irá precisar voltar para a apreciação dos deputados.

 

Publicidade