Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Romero Jucá é intimado pela Lava-Jato

Ex-senador vai à audiência sobre corrupção na Transpetro

Por Ernesto Neves - Atualizado em 18 set 2019, 12h31 - Publicado em 18 set 2019, 12h26

Ex-senador e presidente do MDB, Romero Jucá falará ao juiz Luiz Antônio Bonat, da 13ª Vara Federal de Curitiba, no dia 25 de novembro.

Jucá é réu por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Segundo a Força-Tarefa da Lava-Jato, Jucá manteve José Sérgio de Oliveira Machado na presidência da Transpetro, subsidiária da Petrobras, em troca de vantagens ilícitas. 

Machado tinha como função arrecadar propinas para seus padrinhos políticos, sobretudo do MDB, e garantir a continuidade de futuros convites para licitações às empreiteiras.

Continua após a publicidade

No período entre 2009 e 2010, os pagamentos ilícitos ocorreram, conforme os procuradores, em quatro contratos e sete aditivos firmados entre a subsidiária e a Galvão Engenharia. As propinas correspondiam a 5% dos contratos, diz a Lava Jato.

 

 

Publicidade