Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Revelações de Cabral contra magistrados do Rio chegam ao STJ

Cabral fechou um acordo de delação com a Polícia Federal em que reconstitui uma série de esquemas de corrupção do qual fez parte como líder

Por Robson Bonin - 4 abr 2020, 16h46

As primeiras ações abertas contra magistrados do Rio de Janeiro, citados na delação de Sérgio Cabral, já bateram no STJ. O material foi remetido pelo STF recentemente e devidamente distribuído entre os ministros.

Cabral fechou um acordo de delação com a Polícia Federal em que reconstitui uma série de esquemas de corrupção do qual fez parte como líder quando comandava o governo do Rio. Ele está preso, condenado a mais de 200 anos e a máquina estatal fluminense segue quebrada.

Por causa de Cabral, os serviços de saúde e de segurança entraram em colapso em diferentes momentos. Nada, porém, que atrapalhe seus planos de deixar a prisão para cumprir pena no conforto do lar.

Publicidade