Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Regalias devem adiar saída de Luis Estevão da prisão

Ele passaria para o regime semi-aberto daqui a dois meses

Por Gabriel Mascarenhas - 3 jul 2018, 18h40

O entorno de Luiz Estevão dá como certo que ele não conseguirá migrar para o regime-semi aberto em setembro, como previa.

Seus amigos acreditam que o ex-senador perderá ao menos uma parte do direito de remissão à pena, redução do tempo de reclusão concedido a detentos que trabalham ou estudam na prisão.

Como se sabe, esses dias a Polícia Civil descobriu chocolates e pen-drives na cela da excelência.

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade
Publicidade