Clique e assine com 88% de desconto
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Pedro Carvalho. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Record lança textos inéditos de Umberto Eco sobre imigração e intolerância

A obra, que conta com nota de apresentação do filho do autor, é composta de quatro ensaios curtos

Por Mariana Muniz - Atualizado em 21 jan 2020, 18h33 - Publicado em 21 jan 2020, 17h33

“Migração e Intolerância”, publicado pela Editora Record, chegará às livrarias em março com textos inéditos, no Brasil, de Umberto Eco. A obra, que conta com nota de apresentação de Stefano Eco, filho do autor, é composta de quatro ensaios curtos.

Os ensaios “Um novo tratado de Nijmegen” e “Experiências de antropologia recíproca” foram extraídos, respectivamente, de um discurso proferido em 2012, na Universidade de Nimegue, na Holanda, e da introdução a uma antologia de textos sobre antropologia recíproca, publicada na França em 2011.

Os textos foram escolhidos por sua relação com os temas das imigrações e da intolerância, que têm obrigado o mundo, em especial os países da Europa, a defrontar-se com a própria história e os próprios valores. Com base nos argumentos válidos e eficazes propostos por Eco, o leitor é convidado a pensar sobre temas hoje ainda mais atuais e urgentes do que na época em que os ensaios foram redigidos.

Os outros dois ensaios do livro foram originalmente publicados no livro Cinco escritos morais, lançado no Brasil pela Record em 1998 e que, atualmente, está em sua 9ª edição, somando mais de 14 mil exemplares vendidos.

Publicidade