Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Radar TVeja: PT aposta na vitimização para defender Lula

O PT voltou aos tempos de Duda Mendonça. Na mais recente propaganda partidária, com uma música de drama mexicano, o presidente do partido, Rui Falcão, sai em defesa de Lula com o velho argumento de que ele é vítima de preconceito. E muda o slogan de Duda: a verdade há de vencer a mentira. Sem […]

Por Da Redação Atualizado em 30 jul 2020, 23h36 - Publicado em 1 fev 2016, 19h31

http://videos.abril.com.br/veja/id/c74d67438e74cc0ef512309ebf3c94b9?

O PT voltou aos tempos de Duda Mendonça. Na mais recente propaganda partidária, com uma música de drama mexicano, o presidente do partido, Rui Falcão, sai em defesa de Lula com o velho argumento de que ele é vítima de preconceito.

E muda o slogan de Duda: a verdade há de vencer a mentira.

Sem detalhar as suspeitas que cercam o ex-presidente, a esta altura investigado em pelo menos três procedimentos, Falcão diz que “eles”, sem determinar quem, não admitem que Lula continue morando no coração dos brasileiros.

O problema não é que Lula more no coração dos brasileiros, mas com outros imóveis de procedência não explicada da família do ex-presidente.

Neste fim de semana, Lula apresentou uma versão nova para a novela do tríplex no Guarujá. Depois de sustentar que nunca comprou o apartamento, e sim uma cota do empreendimento da Bancoop, Lula agora admite que visitou e negociou o famoso tríplex.

Mais: seu advogado admite as reformas bancadas pela OAS no imóvel, e que foram supervisionadas de perto por dona Marisa, segundo testemunhas, encareceram o imóvel, o que fez Lula recuar do negócio.

 

Continua após a publicidade
Publicidade