Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

PSL inova e vai pedir cassação de deputado da própria bancada

Fato é inédito no conselho, que já apreciou 166 casos, mas nenhum parlamentar foi denunciado por sua própria legenda

Por Evandro Éboli - Atualizado em 18 Oct 2019, 15h17 - Publicado em 18 Oct 2019, 15h06

O PSL inova mais uma vez. O partido decidiu na sua reunião desta sexta que irá representar no Conselho de Ética contra um deputado de sua própria bancada, também filiado à legenda.

Trata-se de Daniel Silveira (PSL-RJ). O partido entende que ele quebrou o decoro parlamentar ao gravar escondido reunião da bancada. Foi a tal gravação na qual o Delegado Waldir aparece chamando Bolsonaro de “vagabundo” e que irá “implodir” o presidente.

Esse fato é inédito no conselho. Jamais, desde sua criação, em 2002, um partido representou contra um parlamentar filiado a seus quadros.

Até hoje foram 166 casos apreciados no colegiado.

Publicidade