Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

PSDB quer aproveitar Bancoop para reabrir caso do dossiê dos aloprados

O PSDB quer aproveitar as investigações da Lava-Jato sobre a cooperativa habitacional Bancoop para pedir à Justiça Federal a reabertura do caso do dossiê dos aloprados, de 2006. Na época, a Polícia Federal prendeu em flagrante dois integrantes do comitê de reeleição de Lula num hotel com o equivalente a 1,7 milhão de reais para […]

Por Da Redação Atualizado em 30 jul 2020, 23h29 - Publicado em 20 fev 2016, 06h05
Berzoini: ministro

Berzoini: ministro estava à frente do sindicato

O PSDB quer aproveitar as investigações da Lava-Jato sobre a cooperativa habitacional Bancoop para pedir à Justiça Federal a reabertura do caso do dossiê dos aloprados, de 2006.

Na época, a Polícia Federal prendeu em flagrante dois integrantes do comitê de reeleição de Lula num hotel com o equivalente a 1,7 milhão de reais para comprar um dossiê ligando o tucano José Serra ao escândalo da máfia das ambulâncias.

O coordenador da campanha era o hoje ministro Ricardo Berzoini. Ele foi presidente do Sindicato dos Bancários de São Paulo, ao qual a Bancoop era ligada.

Um dos envolvidos no caso dos aloprados – como o próprio Lula classificou os mercadores do dossiê – era o ex-segurança da Presidência Freud Godoy, que tem apartamento no mesmo prédio construído pela cooperativa no Guarujá no qual se investiga se o ex-presidente tem uma cobertura.

Continua após a publicidade
Publicidade