Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Prefeito de SP abre caminho para resolver dívida bilionária com União

Município deve 25 bilhões e débito seria zerado por meio de negociação envolvendo o Campo de Marte

Por Laísa Dall'Agnol 7 jul 2021, 13h29

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB-SP), diz que está próximo um acordo para quitar a dívida do município com a União.

Hoje avaliado em 25 bilhões de reais, o débito seria zerado após um acerto envolvendo o Campo de Marte, na zona norte da capital. A prefeitura gasta, mensalmente, 250 milhões para mitigar a dívida.

A disputa é antiga: o aeroporto passou para a União após a derrota de São Paulo na Revolução Constitucionalista de 1932 e, anos depois, a Prefeitura passou a exigir o ‘aluguel’ acumulado. A briga está no STF, com último voto favorável ao município.

“Dialogamos de haver um encontro de contas, em que o município ficaria sem a sua dívida e a União também resolveria essa questão judicial”, afirma Nunes.

De acordo com o prefeito, que esteve em reuniões em Brasília na última terça, será criado um comitê técnico com a Advocacia-Geral da União para coordenar e agilizar as negociações.

“Conversamos com o presidente Bolsonaro, que disse achar justo, desde que haja o parecer favorável da AGU, e pediu agilidade na situação”, diz Nunes.

Continua após a publicidade
Publicidade