Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Pezão emperra setor esportivo no Rio

Arrocho

O setor de eventos esportivos do Rio reuniu-se com o governador Luiz Fernando Pezão para tentar destravar a isenção de benefícios fiscais.

Isso porque a secretaria de Fazenda do estado travou benefícios da ordem de R$ 70 milhões, que beneficiariam eventos como o Rio Open, de tênis, e a Maratona do Rio.

Os empreendedores reclamam que outros setores, como o de cultura, não enfrentam este tipo de arrocho.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. ESSE ELEMENTO QUE ATENDE PELO VULGO DE PEZÃO, JUNTO COM SEU CHEFE SÉRGIO CABRAL LEVARAM O RJ A BANCARROTA E QUEREM DESTRUÍ-LO AINDA MAIS — COMO PODE NEGAR 70 MILHÕES PARA O RIO OPEN E ( DOAR, FAZER ISENÇÃO DE 10 BILHÕES DE IMPOSTOS PARA MONTADORAS DE CARROS NO SUL FLUMINENSE ? HÁ ANOS O RJ VEM PAGANDO PARA FABRICAR CARROS E ISSO FOI UM DOS MOTIVOS DA FALÊNCIA DO RJ – AS VIAGENS DO ( NOSSO SERGINHO ) PARA PARIS, HOTÉIS ETC … ERAM FINANCIADOS PELA MICHELIN QUE SE EMPANTURROU NAS ISENÇOES FISCAIS DE PARELHA QUE FALIU O ESTADO — ISENÇÃO FISCAL PARA JOALHERIA, PODE ?

    Curtir