Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Passou do ponto

A estratégia de isolar Eduardo Cunha parece ter sido abraçada pela bancada do PMDB no Senado. Ao menos no discurso. Oito entre dez senadores do partido repetem a todo momento que Eduardo Cunha passou do ponto, o acusam de não consultar os correligionários antes de armar suas ofensivas contra o governo e reiteram o apoio […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 04h17 - Publicado em 11 mar 2014, 20h33
Recado dado

Recado dado

A estratégia de isolar Eduardo Cunha parece ter sido abraçada pela bancada do PMDB no Senado. Ao menos no discurso.

Oito entre dez senadores do partido repetem a todo momento que Eduardo Cunha passou do ponto, o acusam de não consultar os correligionários antes de armar suas ofensivas contra o governo e reiteram o apoio a Michel Temer.

Valdir Raupp foi objetivo:

– Eduardo Cunha não fala pelo partido. Nem ele nem a bancada da Câmara. Se estiverem falando, não têm autoridade nem autorização para isso.

Beleza, mas ninguém vai se surpreender se amanhã o discurso mudar. Basta Dilma Rousseff não atender à eventual sede de Renan Calheiros e companhia para os senadores peemedebistas voltarem a ver Cunha com um dos seus.

Continua após a publicidade

Publicidade