Clique e assine a partir de 9,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Para Doria, reunião mostra desprezo pelo Brasil e descaso com democracia

Vídeo da reunião ministerial do dia 22 de abril foi liberado há pouco pelo STF

Por Robson Bonin, Mariana Muniz, Evandro Éboli, Manoel Schlindwein - Atualizado em 22 maio 2020, 19h46 - Publicado em 22 maio 2020, 19h35

O governador paulista João Doria foi mais uma das autoridades que se mostraram indignadas com a reunião ministerial do dia 22 de abril.

Pelas redes sociais, Doria disse que o episódio é um “lamentável exemplo em meio à maior crise de saúde da história do país e diante de milhares de vítimas”. O Brasil conta hoje 21.048 mortes e 330.890 casos confirmados de covid-19.

“O Brasil está atônito com o nível da reunião ministerial. Palavrões, ofensas e ataques à governadores, prefeitos, parlamentares e ministros do Supremo, demonstram descaso com a democracia, desprezo pela Nação e agressões à institucionalidade da Presidência da República”, registrou nas redes João Doria.

Publicidade