Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Os ensinamentos de Kassab a Marcos Pontes na Ciência e Tecnologia

Cacique do PSD comandou a pasta que hoje está no centro de cortes financeiros desastrosos para o país

Por Robson Bonin Atualizado em 14 out 2021, 14h33 - Publicado em 18 out 2021, 09h29

Quando era ministro da Cidadania, comandando a área social do governo, Onyx Lorenzoni disse numa reunião ministerial que estava satisfeito com a verba que tinha para sua área. A fala chocou colegas.

Como um ministro do setor social, com milhões de desempregados e invisíveis, pode estar satisfeito? A mesma pergunta, com um estágio a frente, é feita agora para Marcos Pontes, que viu 90% do orçamento para Ciência e Tecnologia ser cortado. Como ele não pede demissão?

Ex-ministro da área, Gilberto Kassab dá dicas ao atual ministro. Quando era ministro do governo de Michel Temer, lembra Kassab, as dificuldades financeiras também existiam, mas em todos os momentos de pressão por cortes o ministro e a comunidade científica se uniram para ir até o presidente da República e falar das prioridades.

A diferença agora, claro, é que todos sabem como Bolsonaro costuma tratar questões relacionadas à comunidade científica. “É lamentável que justamente no momento em que o mundo entendeu a importância da ciência, o governo vá mais uma vez na contramão. Com cortes inadmissíveis”, diz Kassab.

 

Continua após a publicidade

Publicidade